sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Um sonho desfeito


UM SONHO DESFEITO, UMA REALIDADE CRUEL

Quando via aqueles jovens policiais fardados, atuando em defesa da sociedade, enchia-me de orgulho, por vislumbrar um dia poder ser um deles. Por essa razão optei por ser policial-militar, achava-me motivado e vocacionado.
O que não sabia é que todo aquele orgulho, aquele desejo de servir e proteger o cidadão de bem, seria colocado em xeque, por força do tratamento e treinamento a que sou submetido na minha Corporação. Logo veio a desiluzão
Ainda não consegui chegar a conclusão se estou sendo preparado para ser um servidor policial, aquele que deveria gozar do respeito e admiração do cidadão, por suas ações pautadas na lei, ou se estou sendo forjado para ser um verdadeiro “cão de guerra”, (um soldado treinado, pronto para lutar aos moldes dos comandos militares), aquele que só age em cumprimento da ordem recebida e só pensa em aniquilar o inimigo.
O que a sociedade espera de quem durante o curso de formação, somente recebe maus tratos, arrogâncias, ameaças e humilhações, e que ao longo da sua vida na caserna, em sendo praça, será sempre tratado como cidadão de segunda categoria, sob a pseudo alegação de que é ignorante e semi-analfabeto, mesmo sabendo por todos que o exigido tanto para o oficial como para o nosso soldado é o segundo grau de escolaridade, no mínimo,para ser aceito na Corporação.
Que as autoridades e à sociedade nos ajudem a mudar essa estrutura arcaica e militarista, da PM, para que possamos exercer com mister a nossa missão. (queremos verdadeiramente prestar um serviço relevante à sociedade).
O que me faz continuar é a certeza de que o meu sonho está preste a se transformar em realidade. Quero ser um policial de fato.

Um comentário:

Fernandes disse...

Boa tarde meu irmão de "Um sonho desfeito",enveredei pelo mesmo caminho que vc,pensando ser um policial,respeitado,valorizado e vejo que não mudou nada desde 1962.Hoje encontro-me reformado,graças a Deus tenho saúde e os companheiros que encontram-se em situação que eu e não teem saúde, dependendo de medicamentos que talvez não tenham condições de compra-los.Ser Policial Militar é uma abnegação.Um abraço fraterno pra tds vcs q estão nessa missão e pedir a Deus que olhe por tds.